29/11/2011






Ryan Herz

1 comentário:

Paulo V. Pereira disse...

Marca uma etapa da minha vida - os 4 anos destinados à educação especial, quando a mesma tinha mérito. Seres como anjos capazes de nos surpreender.
A preocupação permanente: "e quando forem adultos - velhos"?

Excelente post